Livro: F**a-se a Universidade + EP

Olá, pessoas, como vocês estão?

Bom, eu estou bem e, agora que já atualizei vocês quanto a tudo que rolou e que está rolando, vou começar a postar alguns textos que já estavam prontíssimos, só esperando tirar do caderno e passar para o blog. Como aqui se trata de uma das pessoas que mais ama ler livros, vou começar com uma pequena resenha (bem a lá Amanda Kelly), sobre um livro de um autor brasileiro, que nasceu e morava na minha terrinha: Espírito Santo.

Primeiramente peço que não sejam preconceituosos com o livro só porque no título tem um xingamento. Segundo, eu acho que nunca tinha imaginado que, em alguma parte da minha vida, eu iria começar a ler coisas que me impulsionassem a ser uma empreendedora, porém cá estou eu falando de um livro que dá dicas quanto a isso e também recebendo e vendo alguns conteúdos que reforçam essa ideia.

Sobre o livro: 

“Com uma linguagem simples e direta eu mostro como tirei um sonho do papel utilizando a habilidade que considero mais poderosa para quem quer conquistar liberdade. No livro eu mostro como vender é importante e como isso me fez conhecer até agora quatro países em menos de seis meses e a conta está aumentando, certamente quando você ler esse texto o número precisará ser atualizado.”

“Quebrando muito a cara e falindo minhas primeiras cinco empresas, eu descobri que o meu maior erro para os insucessos era exatamente o fato dos meus negócios não venderem. Hoje sei disso e por este motivo afirmo que vender é a melhor forma para mudar essa situação que eu descrevi anteriormente. Foi assim que eu mudei minha vida, saindo de um cara que só sonhava em viajar o mundo e comecei viver meu sonho. Agora para tirar sua dúvida de vez se realmente vender é isso tudo, vou te contar algumas coisas. Um vendedor não tem limites de ganhos. Talvez você não tenha noção disso ainda por ter uma pré definição do que é um vendedor. O vendedor que eu falo não é aquele que trabalha em lojas com carteira assinada, que fica esperando o cliente entrar no estabelecimento para mostrar o que está ali e no final do mês receber um salário fixo e uma mísera comissão por ter vendido alguns produtos. Eu diria que esse funcionário não é um vendedor de verdade, vendedor de verdade é aquele que possui a habilidade de venda. Um vendedor de verdade nunca aceita receber um salário fixo, pois ele sabe que fixar seus ganhos é uma das piores decisões que ele poderia tomar. O vendedor de verdade, ele estabelece o quanto quer ganhar por dia, semana, mês e começa a utilizar as técnicas adequadas para atingir suas metas. Outro motivo para ser um vendedor é que na realidade não existe uma pessoa que não precisa se vender. Para conseguir um emprego, para fazer apresentações em público, ao fazer networking. E principalmente para se conseguir uma gatinha ou gatinho nos encontros da vida. A maioria que não consegue se vender tem essas dificuldades de não conseguir um emprego, não conseguir bons contatos e, o mais doloroso, ir para balada e só gastar dinheiro. Esses são os principais motivos que eu considero como prova da necessidade de desenvolver essa habilidade e se tornar um vendedor de verdade. Se você se identificou com o contexto que eu vivi e possui alguma dessas dificuldades para se vender, mesmo que seja para arrumar uma gata/gato na balada esse livro certamente será o primeiro passo para sua liberdade.” (extrato do livro)

Meu ponto de vista:

Sou um pouco suspeita para falar sobre esse livro pelo simples fato de ele ter sido escrito por um amigo meu (até comento aqui que esse livro foi um presente que veio até autografado!), porém li cada capítulo com um olhar bem atento, analisando cada informação como alguém que realmente largou tudo para trás e está começando algumas coisas do zero.

Neste livro os principais pontos discutidos são: como sair da sua zona de conforto; como começar a vender um produto; como entender seu público; como ter sempre uma carta na manga para o “não”; dentre outras pontos bem interessantes. O escritor aborda os temas propostos de forma bem clara e, para ajudar na compreensão, sempre coloca um exemplo bem elaborado, que por vezes realmente ocorreu – o exemplo da rifa dos produtos cosméticos foi um dos que mais gostei!

Algo que ajuda bastante a leitura é o fato do Isac manter os leitores bem dentro do que está sendo falado, dessa forma, enquanto você lê, é possível se imaginar nas situações existentes, como também já se imaginar realizando e seguindo as dicas entregues que devem ser colocadas em prática (durante a leitura, comecei a pensar MUITO sobre meu produto e falhei um pouco quanto a descobrir qual é, por conta disso, vejo que preciso me tornar uma vendedora melhor).

O livro, apesar de contar com temas e dicas importantes, é pequeno, o que torna a leitura rápida e leve, ou seja, em um dia você consegue lê-lo todo e já consegue se empenhar em colocar em prática as dicas nele contidas.

Alguns dos pontos negativos sobre esse livro é que ele acaba (hahaha) e que ele contém alguns erros de digitação/pontuação (isso no meu livro). Grande parte desse problema foi o fato do Isac ter escrito enquanto o computador estava em outra língua, porém não fiquem preocupados, esse é um problema que pode ser resolvido, principalmente se, após ler, a gente conseguir mandar pequenas anotações para ele sobre onde estão esses erros. Acaba por ser um trabalho em equipe!


Antes de terminar quero acrescentar uma pequena informação sobre meu amigo Isac. No dia 24 desse mês (abril/2020), ele lançou o primeiro EP de TRAP dele: Higher. Esse rapaz só me surpreende e com esse EP não foi diferente.

Ele é composto pelas músicas: Enough, Mãe Eu To Falando Inglês, Higher, No Way e Flying Box. São músicas com uma mistura inglês – português, bem gostosinhas de escutar.

Dessas todas, a minha favorita é “Mãe eu to falando inglês”, talvez seja pela relação que tenho com minha mãe e pelo fato de querer dar muito orgulho a ela, assim como é citado na música (apesar de ser algo que o Isac já conseguiu fazer e na música ter algumas dessas experiências contadas).


Então é isso, espero que vocês tenham gostado das “pequenas” resenhas e que consigam se interessar por esses trabalhos. Se possível for, deem uma força ao meu amigo, andar/conversar com ele acaba por te impulsionar a querer ir longe, então olha, vale a pena acompanhar os trabalhos dele.

Link do livro: Amazon • Link do EP: Spotify, YouTube •

 

4 comentários em “Livro: F**a-se a Universidade + EP”

  1. Oi Amanda, congratulations for your fluent writing and a bit of insight. The introduction you wrote about your friend’s book makes us want to read it. I’ve already read some stuff about the subject and I completely agree with the ideas expressed. Are you following the advice?

    1. Hi, Ana!
      Thank you very much! I’m happy to your feedback.
      “Are you following the advice?” Yes, I am. I’ll send you a message soon. ❤️

  2. O legal é que mais e mais pessoas estão abrindo os olhos e simplesmente percebendo que o F* é a formal bacana de dizer não aos padrões definidos pela sociedade. Eu com certeza me interessei pelo livro. Vivemos como queremos e alcançamos nosso objectivos e sonhos de formas diferentes. Ter pessoas para guiar milhares de jovens que se encontram perdidos pelos caminhos almejando um futuro brilhante, é com certeza o que o mundo precisa. Vou seguir o conselho! tks dear!

    1. Eu amei suas palavras e amei o fato de ter entendido bem a questão do F*, é necessário ter uma mente aberta para isso e você conseguiu! E eu que agradeço, de verdade! ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *